Prazo para sacar abono salarial de 2016 termina nesta sexta

Termina nesta sexta-feira (28) o prazo para que os trabalhadores que têm direito ao abono salarial de 2016 saquem o benefício. Segundo o Ministério do Trabalho, até o último balanço, de 30 de novembro, ainda havia R$ 1,3 bilhão disponível para 1,8 milhão de trabalhadores - o que significa que cerca de 7% das pessoas que poderiam sacar o benefício ainda não retiraram seu dinheiro.

Ainda de acordo com o governo, o estado com mais trabalhadores que ainda não retiraram o dinheiro até agora é São Paulo. São 410,5 mil pessoas, ou 6,95% do total de beneficiários. O valor ainda disponível para essas pessoas é de mais de R$ 297 milhões.

Em todo o Brasil, cerca de 22 mil pessoas já haviam sacado o total de R$ 16,7 bilhões até o final de novembro.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2016. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016.

O valor que cada trabalhador tem para sacar depende de quanto tempo ele trabalhou formalmente em 2016. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.

Se não for sacado, o valor retornará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para pagamento de seguro-desemprego e do abono salarial do próximo ano.

Como sacar

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.

Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer uma consulta ainda no site www.caixa.gov.br/PIS, em Consultar Pagamento. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, precisam procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

Fonte: g1.globo | 08/01/2019

 

Últimas Notícias

Cotações e Índices

Moedas - 20/03/2019 13:09:31
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,786
  • 3,787
  • Paralelo
  • 3,760
  • 3,960
  • Turismo
  • 3,640
  • 3,940
  • Euro
  • 4,298
  • 4,300
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,796
  • 3,796
  • Libra
  • 4,993
  • 4,997
  • Ouro
  • 159,690
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -
veja mais

Obrigações do Dia

  • 20/Março/2019
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras
  • INSS | Previdência Social
  • EFD - Contribuintes do IPI | Pernambuco e Distrito Federal
  • Simples Nacional
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação – PMCMV
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação - RET
  • Previdência Social (INSS) | Parcelamento excepcional de débitos de Pessoas Jurídicas
  • Parcelamento especial da Contribuição Social do salário-educação
  • Previdência Social (INSS) | Parcelamento Especial de Débitos - PAES
veja mais

Enquete

O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular
(XHTML / CSS)
Site desenvolvido pela TBrWeb
Apoio  |  Organização e Assessoria Contábil
Av. Francisco Pereira de Castro 425, Anhangabaú - Jundiaí, SP  |  Fone 11. 4586 7098 / 4521 9741